Newton tem seus estudos interrompidos - O gênio volta para o campo

Na casa do boticário William Clark, em Grantham, Isaac Newton teve o que foi, provavelmente, uma das épocas mais felizes de suas vidas.


Se dedicava aos estudos no colégio King's School, tinha livros e a vasta experiência do boticário nos assuntos de Química, Alquimia e Medicina, além da agradável companhia da bela e inteligente Catherine Storer.

Mas algo de muito ruim estava prestes a acontecer...

Os estudos na época de Newton

Por que estudamos ? Por que vamos para a escola e depois para a faculdade?
A resposta é o caminho natural: para arranjar um emprego.
Fazemos isso para nos capacitarmos e ter condições de sermos produtivos e úteis em algum lugar, gerando renda.

Porém, naquela época, as coisas eram um pouco diferente.
Estudos, colégio e universidade era meramente status.
Os ricos iam, e os pobres não.

As famílias ricas enviavam seus filhos, eles estudavam (na verdade se divertiam), depois voltavam para trabalhar nos negócios da família, na nobreza ou na igreja.
Ou seja, não se estudava para se trabalhar em alguma empresa ou indústria, e sim para dizer que estudou, que era culto, que era superior aos demais.

Mas, como sabemos, para Isaac Newton as coisas era bem, mas bem diferentes.
Newton continuava a estudar as substâncias, poções, remédios, ervas e plantas medicinais.
Fazia moinhos, papagaios e inventos com suas próprias mãos.

Newton se dedicava bastante ao estudo da Teologia, Latim e Grego.
Aliás, ele estudava praticamente tudo que lhe caía em mãos, fazia questão de tomar nota de tudo que aprendera. E tudo isso por um único, simples e óbvio motivo: ele gostava de aprender.
Ele queria estudar, saber o máximo possível, ter o maior número de informações, sobre qualquer coisa.

Em suma, Newton estudava porquê gostava.
A consequência disso era óbvia: professores e o diretor, Stokes, já planejavam um futuro acadêmico brilhante para o jovem Newton. E ele também imaginava o mesmo.

Logo, o que ocorreu a seguir, pode ter sido um dos golpes mais duros na vida do jovem Newton...

Um duro golpe - Newton tem que abandonar os estudos

A família não era rica, não era influente, não tinha nobres ou pessoas da igreja.
Era uma família um pouco acima dos pobres e camponeses.
Viviam da agricultura e dos animais. E viviam sem a figura patriarcal de Isaac pai, que cedo morreu.

Agora eu pergunto para você, para que serve os estudos de Isaac Newton para o casarão dos Newton?
Em quê isso iria ajudar a tocar a colheita, cultivo e criação dos animais?
Por que ter um homem vivendo entre os livros, quando poderia estar tocando a casa da família, como era de costume?

Pois foi exatamente isso que Hannah, mãe de Isaac, notou assim que viu que seu filho estava se tornando um homem, um adulto responsável: Isaac, volte para o campo. Largue esses livros e venha trabalhar.

Isaac Newton, o fazendeiro

Isaac Newton teve que abandonar o colégio para cuidar da casa no campo
Típico fazendeiro de Woolsthorpe
Mesmo tendo péssimas lembranças de Woolsthorpe (abandono da mãe), amando seus estudos, a loja de Clark e a companhia de Catherine, o jovem e educado Isaac aceitou voltar para cuidar do casarão no campo. Na verdade não aceitou, foi obrigado, não era uma opção ficar em Grantham.

E Isaac voltou, para começar a aprender a comandar os camponeses, a trabalhar nas terras, cuidar dos animais, assuntos financeiros, administrativos e tudo mais que se esperava que um homem comum nesse posição fizesse.
Um homem comum. Se há uma coisa que Isaac Newton não é, é um homem comum.

De início,. ele começou com tarefas simples,como cuidar de alguns animais.
Isaac não conseguia, sua mente divagava, pensava em tudo, menos em suas tarefas.

Embora tivesse se mudado, ele sempre ia para Grantham, para buscar livros do boticário Clark.
Assim, mesmo sendo um fazendeiro, Isaac Newton lia, estudava e criava suas parafernálias artesanais, como moinhos de vendo e relógio do sol.
Mas ele criava e estudava quando deveria estar trabalhando...certa vez, quando deveria estar olhando os animais, o mesmo se distraiu com algum pensamento e seus animais fugiram, quebraram a cerca, destruíram plantações.

Os outros fazendeiros foram reclamar com a família Newton, e Isaac foi fichado na polícia e foi obrigado a pagar multas referentes aos prejuízos que os animais de sua família ocasionaram nas fazendas e propriedades vizinhas. Quem diria, não?

E ao invés de ir ao mercado de Grantham vender os produtos da fazenda, Newton descia no caminho, com livros e lanches, e mandava os empregados seguirem e venderem os produtos sozinhos.
Então Isaac podia estudar em paz, sem ter que trabalhar, sem ter que ir ao mercado, sem ter que perder tempo conversando com Clark e Catherine!
Agora ele podia ler seus livros e só voltar para Grantham para buscar novos livros.

Foi, inclusive, nessa época que ele começou sua profunda relação com as ciências exatas.
Era um prazer incalculável para o jovem Isaac ficar sentado embaixo de árvores, resolvendo desafios matemáticos, lendo sobre Alquimia, Filosofia e com tempo para pensar em tudo mais que o interessava.

E Newton volta para os estudos

Isaac era um ótimo filho, era extremamente educado e obediente.
Acatava todas as ordens recebidas da mãe e tentava, com afinco, desempenhar essas funções.

Mas no meio do caminho, como se algo mais forte, o desviada do caminho.
Isaac começava a estudar, a pensar em novos relógios do sol, em novas invenções, pensava naquelas questões de matemática que via nos livros, nas ideias filosóficas que leu nos livros, em novas maneiras de se criar um remédio etc etc etc.

E quando menos esperava, o trabalho que ele iniciara tinha sido completamente abandonado.
A família de Newton percebeu isso. Tentaram mudá-lo, aconselharam-no...infelizmente (ou felizmente, para nós), nada adiantou.

Nada podia se fazer. Isaac tentava, se esforçava.
Mas não conseguia.
Sim, o gênio Isaac Newton era um completo inútil na fazenda.
Já era extremamente inteligente em Matemática, mas era um completo fiasco quando se tratava de cuidar de galinhas ou vacas. E foi assim que sua família desistiu de Isaac como fazendeiro.

E para alegria de Newton, e do mundo inteiro que se beneficiou de seus estudos, Isaac voltou para Grantham para terminar seus estudos na King's School, na casa do boticário, com a companhia dos livros e de Catherine.

0 comentários:

Biografia Isaac Newton é um projeto independente.
Para ajudar o trabalho, basta curtir nossa página no Facebook e clicar no botão G+1.

Contamos com seu apoio!